quarta-feira, 7 de maio de 2014

Mês de Maio







MAIS UMA VEZ VOU POSTAR ...

É necessidade do coração mesmo... será um bom sinal?

Acabo de chegar da Celebração Eucarística... hoje é dia especial para nós que dizemo-nos cristãos (muitas vezes nem tenho coragem de intitular-me assim)...
Maria, a do Rosário, a que me é Mãe fiel... a que compreende-me sempre, sem delongas...
Hoje senti muita falta de mãe... de colo de mãe... precisava deitar em seu colo, maternal e que ela acarinhasse-me um pouquinho... meus cabelos... afagasse-me... como fazem todas as mães... do mundo inteiro...
Que "carência"... mas de mãe... tão somente... de colo... de afeto... de mãe... simplesmente!
É ruim demais ser órfã... sinto na pele a dor dos "filhotinhos" pequeninos cujas mães se foram...
Quando a gente fica sem mãe para desabafar... a gente fica incompleta... como me disse um amigo: a pessoa incompleta sempre inspira desconfiança... por parte dos demais... eu sei que sou assim...
É que Confiança exige Credibilidade...
SÓ CONQUISTA ESPAÇO QUE TEM CREDIBILIDADE!
Mas credibilidade não vem de graça...
Para eu conquistá-la, preciso fazer a diferença...
Estou refletindo COMO SOU CAPAZ DE INOVAR?

Uma mãe bem que ajudar-me-ia nesse momento crucial de minha vida... onde sinto-me imprensada... num ultimato... tenho que posicionar-me... urge uma tomada de postura... de decisão... da minha parte...
Minha Mãe acompanha-me silenciosamente... a das Graças... a da Consolação... a das Dores...
Ela vê-me do Céu... mas fica sempre muito próxima de mim... sinto-e dando-me as Mãos... como eu desejo e preciso...
Hoje chorei mais uma vez... isso não é novidade... Desabafei-me com minha tia... quando de lá saí, da última vez, ela disse-me: "VOCÊ SE VAI E O MEU CORAÇÃO FICA VAZIO"...
Hoje, ela pediu-me para confiar na Mãe do Céu... e da Terra... a dos Povos Todos... a da Piedade...
Consoladora dos Aflitos...
Mês de Maio, mês de Outubro... mês das Missões... mês do Rosário... A Ela desfio meu rosário de pérolas...
Sabem da existência do ROSÁRIO DE PÉROLAS? Não quero inovar... é simplesmente cada dor... cada sofrimento... cada angústia.. cada ansiedade... cada mágoa... cada desafeto... cada frustração... que transformam-se em alvíssimas PÉROLAS... Sou uma mulher cheia de pérolas...
Meu sorriso constante enconde-as... e ninguém vê-as... elas tornaram-se transparentes em mim... para que eu seja mais transparência... oh! Como preciso ser mais transparente...
Sabem de uma coisa? Hoje recomecei a pintar... minha nova tela "velha" (havia começado-a em Dezembro do ano anterior...) está ficando linda e bem colorida já que trata-se de um buquê de FLORES...
Fui tão bem acolhida junto às professoras e artistas plásticas da turma... disseram-me assim: "a turma sem você fica faltando uma"... ou seja, que ninguém preenche nosso espaço nesse mundo... nem no coração da Mãe das mães... muito menos...
Creio que só cresci na idade... meu coração é de criança e de colo...
Ainda bem que o salmista reconhece que criança desmamada no colo da mãe fica bem tranquila... é assim mesmo!
Só falta-me a mãe... a Mãe é bem presente... a Peregrina... a Fiel... a Prudentíssima (tem prudência por mim, em especial, que tenho tão pouca...)
Ser mãe como a Mãe!
A que deixa os filhos em perfeita paz... a que ora por eles... a que dá saudade...
Hoje, minha filhota ligou para saber de mim... não conseguindo, ligou para o irmão... até que nos comunicamos... que bom ser mãe!
Seria bom também ter mãe!
Vejo ao meu redor, mães implicantes... mães dominadoras... mães ciumentas... mãe não muito "mãe"...
A MÃE É UM EXEMPLO PARA NÓS, algumas: pobres mulheres... indefesas... cheias de superficialidades... de desamor... de egoísmos...
Gostaria que o mundo fosse diferente... mas percebo que depende em muito das mães... se as mesmas não sabem amar... o que será do ser humano que é feito para o AMOR?
Com quem podemos aprender?
A Mãe ensina-nos... é Espelho ... é Virtude... é Justiça...
Tenho saudades de mãe e da Mãe... Senhor... Ajudai-me!
Necessito de Ti, ó Mãe!
Não me deixes desiludida e desamparada, atendei-me nessa hora de necessidade afetiva...
Obrigada, sei que posso contar com você, Mãe!
Pai, torna-me razoavelmente DOCE, como a Mãe... muito obrigado, Senhor!

Um comentário:

  1. Puxa Rosélia:
    Estou emocionada e sem palavras.
    Minha mãe, já se foi há muitos anos e isso realmente deixou um grande vazio em mim.
    Hoje, tenho uma filha adolescente, que muitas vezes, parece não se dar conta do valor de uma mãe.
    Aliás, depois que me tornei mãe e que pude compreender o significado que essa palavra tem.
    Bom, mas achei legal você ter começado a fazer aulas de pintura e estar sempre em busca do conhecimento, para se tornar a cada dia uma pessoa melhor.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir