sábado, 4 de outubro de 2014

Mês do Rosário de Maria





A Sagrada Escritura não nos diz nada sobre Santana, Mãe de Maria. 
É o chamado Proto Evangelho de Tiago que nos narra algo legendário sore ela. 
Que foi casada com Joaquim. 
Ambos permaneciam sem filhos, apesar do forte desejo de ter uma criança. 
Sempre pediram isso a Deus em suas orações, mas em vão. 
Na festa da Consagração do Templo, Joaquim quis oferecer sacrifícios com os outros devotos mas o sacerdote o repelia porque ele era estéril e caia, portanto, sob a maldição da  lei.
Isso magoou tanto Joaquim que ele não ousou voltar para casa. 
Foi para junto dos pastores no deserto. 
Lá lhe apareceu depois de vinte anos um anjo que lhe anunciava o nascimento de uma filha da qual sairia algo prodigioso. 
Esse nascimento tardio, segundo o anjo, não é nenhuma vergonha, mas um sinal de que Deus tem coisas maravilhosas preparadas para sua filha.
O nascimento tardio exprime que a acriança é um presente dado por Deus, não simplesmente o fruto da paixão humana. 




Deus criou um novo começo onde o homem se vê no fim. 

(Continua...)

2 comentários:

  1. O nascimento de um filho é um presente de Deus.
    Ele é o autor e senhor de todas as vidas.
    Hoje pensei em Maria Mãe de Jesus e no rosário que este mês a Igreja lhe reza diariamente. Maria foi mâe muito jovem pela graça de Deus.
    Santa Ana sua Mãe apenas concebeu na sua velhice.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite amiga, uma graça que Deus me enviou neste momento ao ler tão divina reflexão!
    Foi a reposta a um porquê que tanto me tem feito pensar!!
    A Deus nada é impossível e veja-se o caso presente!
    Na sua velhice Santana haveria de conceber Aquela que daria à Luz o Filho de Deus!
    Esperança em Deus nosso Senhor, porque Ele tem para nós guardado o melhor bocado!
    Beijinho fraterno e muito obrigada!
    Ailime

    ResponderExcluir