sábado, 24 de outubro de 2015

Preservada do Pecado Original


Ele traçou as primeiras normas da virgindade
E preservou da mancha
A tua vida, a tua morte, a tua carne,
Para que a tua virgindade fecunda
Enriqueça o mundo,
Para que tua fecundidade virgem
Embeleze o universo!
És a primeira a trilhar atalhos ocultos,
A subir às alturas do Céu por nova senda...
O caminho, inda há pouco, íngreme e duro,
Torna-se plano e suave a teus pés.
Já bate a mesma estrada pelo voto de virgindade
Correrá, a teu exemplo, homem e mulher...
(São José de Anchieta)

2 comentários:

  1. Lindíssimo poema,belas frases aqui colocadas,boa semana para ti,muitos beijinhos,que a paz esteja contigo!!

    ResponderExcluir
  2. Linda oração poética, gostei muito Rosélia.
    Um abraço e agradecida apor sua doce visita.

    ResponderExcluir