sábado, 19 de março de 2016

Maria, Centro de Graças



Maria foi como o centro de todas as graças e belezas que Deus havia distribuído aos Anjos, aos Santos e a todas as criaturas.
Maria havia de ser a Rainha e Senhora dos Anjos e dos Santos, e por isso mesmo deveria ter mais graças que todos eles, já no primeiro instante de meu ser.
Maria havia de ser a Mãe do próprio Deus.
É um princípio de filosofia que entre a forma e as disposições da matéria deve existir certa proporção: a dignidade de Mãe de Deus é aqui como a forma e o coração de Maria é a matéria que há de receber esta forma.
Ó que cúmulo de graças, virtudes e outras disposições se reúnem naquele santíssimo e puríssimo coração.
(Santo Antônio Maria Claret)


"Nossa Senhora, infunde em mim o mesmo amor que arde em teu coração por Jesus."
 (Santo Padre Pio de Pietrelcina)




2 comentários:

  1. Gostei muito da reflexão querida Rosélia.
    Grande beijo em seu coração e grata por sua visita.

    ResponderExcluir
  2. Maria,a escolhida e de coração puro.
    Feliz e Santa Páscoa Rosélia. a você e família.
    Beijos

    ResponderExcluir