sábado, 3 de junho de 2017

Catecismo sobre N. Senhora (I)


Nossa senhora é a Virgem de Nazaré, que viveu com seu esposo, José, na Palestina, há mais de dois mil anos.
(Lc 1,26-33)

Conforme a Bíblia, especialmente os Evangelhos, Maria recebeu de Deus a missão de ser a Mãe de seu Filho, Jesus Cristo, que se fez Homem e veio ao mundo para nos salvar.
(Lc 1,30-33)

Nossa Senhora viveu sua missão durante toda sua vida pois lhe fora confiada por Deus, com amor e fidelidade. Aceitou, livremente, a proposta de Deus, entregando-se, com todo seu ser, à obra libertadora de seu Filho, Jesus Cristo.
(Lc 1,38)

Nossa senhora foi mãe, discípula e associada à obra redentora de Jesus, daquele que foi enviado pelo Pai do Céu para anunciar o reino de Deus e libertar as pessoas do pecado e de suas consequências.
(Mc 3, 31-35)

Cheia da graça de Deus, Maria, concebendo Jesus Cristo, pelo poder do Espírito Santo, foi mulher de fé, humilde e generosa, que praticou a caridade, sempre forte na esperança e alegre na dedicação ao Projeto do Pai.
(Lc 1,45-55)

Foi uma presença viva, consciente e participativa. Diz a Bíblia que os apóstolos tinham os mesmos sentimentos e eram assíduos na oração, junto com algumas mulheres, entre as quais Maria, Mãe de Jesus, e com os discípulos.
(At 1, 12-140)

Como comunidade dos batizados, a Igreja é o corpo de Cristo, que caminha para a Casa do Pai, construindo, aqui, o Reino de Fraternidade, de Justiça, de Verdade e de Paz. Maria, enquanto Mãe de Cristo, é Mãe, também, da sua igreja, ouvindo e intercedendo pelos cristãos.
(Jo 19,25-27)

0 comentários:

Postar um comentário